[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub
 
»» O SABER NÃO OCUPA LUGAR >> Textos, Opiniões e Comentários Pub
Pub  
  CONVERSAS PARA UMA CULTURA DAS TRADIÇÕES (3)

Lino Mendes (Portugal)

 

Temos plena consciência de que a todos os níveis sectoriais, o nosso país atravessa uma grave crise que não pode ser ignorada, e  se expressa na triste realidade de ser na Europa aquele que maiores desigualdades sociais apresenta. Mas o que muito me preocupa no momento, e não estou louco, é a indiferença quase criminosa com que se encara a “cultura tradicional”,  a nossa “memória” ,as “raízes” que nos caracterizam e dizem quem somos.

E, não obstante o trabalho relevante que vem sendo desenvolvido pelo INATEL, assim como o apoio que as Autarquias vão concedendo, é urgente e fundamental que o Ministério da Cultura não a ignore, que o Ministério da Educação a integre na Escola - que o problema não é apenas de dinheiro mas essencialmente de Conhecimento.

A maioria dos grupos que de etnografia e folclore se intitulam são uma negação do mesmo. Têm, é certo, razão para existir, mas têm espaço próprio, com todo o respeito não podem coabitar com os que são representativos. E têm a sua quota parte de culpa na maneira como TODOS são encarados, já que no nosso país não há uma Cultura da Tradição.

Depois, e por muito que algumas entidades venham fazendo de positivo, são graves os problemas económicos com que de uma maneira geral os grupos se debatem, especialmente os que remuneram os músicos. Que os trajos correctamente confeccionados (artesanalmente), mesmo numa zona pobre custam muito dinheiro. E quando existe uma Escola, é um permanente “gastar”.

Vamos, pois, ter plena consciência da importância da “Cultura das Tradições”, separem-se as águas, apoie-se em face da qualidade que se tem ou se pretende ter. Que um povo sem memória não existe!

Que eu me recorde e até este momento, nenhum Governo do nosso  País se preocupou com a nossa identidade cultural, que brota da nossa ruralidade, de montes e vales, de vilas e aldeias. Que me lembre, em nenhum grande debate onde se falasse de Cultura, a Etnografia a e o Folclore foram referidos. Aliás, e porque as televisões não mostram a riqueza que neste campo temos. Desconhecemos o país que somos.

Aliás, chegamos ao ponto de para alguns intelectuais e altas figuras da nossa praça, folclore ser sinónimo de coisa de somenos, de sem importância. A verdade é que não há nenhum Dicionário que isso diga, e para a Sociedade de Língua Portuguesa só um analfabeto assim pode pensar.

Com todo o respeito pelas pessoas em si, não nos podemos calar! Porque é um crime de lesa-cultura ignorar ou alienar (coincidentemente?) a “tradição”.

»» Ler mais "Textos e Opiniões" de Lino Mendes

Pub

     

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2014  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster