[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub  
   
»» Romarias de Portugal >> Minho Pub
Pub    
  Romaria da Senhora da Agonia

 

O Alto Minho tem grandes romarias: São Bento da Porta Aberta no Gerês, Senhora da Peneda ou São João d’Arga nas serras homónimas. Contudo, uma delas, a Senhora da Agonia, em Viana do Castelo, tende a ganhar predominância, não tanto a nível da quantidade de visitantes nem do brilho dos festejos mas no plano do essencialmente simbólico, assumindo-se como a romaria das romarias.

De resto, já o conde de Aurora se lhe referia em 1929, como «a Festa Nacional do Minho».

Em anos mais recentes, os promotores dos festejos têm procurado acentuar esta característica englobante, fazendo incluir no cortejo etnográfico quadros referentes aos diferentes concelhos do distrito. E assim apareceram já representações doutras festas ou romarias, como por exemplo, a Festa da Coca de Monção.

Sem prejuízo deste aspecto, esta romaria continua a manter um traço essencial: a devoção das gentes do mar. A prová-lo, a antiguidade e a quantidade de ex-votos (geralmente sob a forma de pinturas ingénuas) retribuindo graças recebidas no mar, por ocasião de tempestades ou naufrágios. Daí que o andor principal fosse tradicionalmente levado pelos pescadores e que a partir de 1968 se tivesse passado a realizar uma procissão fluvial, com a imagem de Nossa Senhora da Agonia a ser transportada rio Lima fora por uma embarcação de pesca, seguida por dezenas de outras devidamente engalanadas.

O culto da Senhora da Agonia remonta ao século XVIII. A primeira referência escrita data de 1744, sendo de 1773 a tela votiva mais antiga. A capela onde está guardada a imagem domina o Campo da Agonia, coração dos festejos e local da realização da feira semanal (às Sextas-feiras).

Página seguinte>>>

Conhecer outras Romarias de Portugal>>>

 
  Gosta da página? Partilhe!

   

Também poderá gostar de ler sobre...

» Romaria de Nossa Senhora dos Remédios
Lamego
» Festa do Senhor Santo Cristo dos Milagres
S. Miguel
» Festa dos Tabuleiros
Tomar
» Festa das Cruzes
Monsanto
» Festa das Fogaceiras
Sta Maria da Feira
» Festa da Senhora do Monte
Monte

Pub

     

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2014  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster