[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub  
   
»» Provérbios >> Pub

Aos amigos
 


»
Amigo de mesa não é de firmeza.
» Não me dês nada, mas mostra-me agrado.
» Amigo fiel e prudente é melhor do que parente.
» Amigo velho vale mais que dinheiro.
» Bom amigo é melhor do que parente ou primo.
» Amigo diligente é melhor que parente.
» Amigo verdadeiro, vale mais do que o dinheiro.
» A casa do teu amigo não vás sem ser requerido.
» Amigos de longe, contas de perto.
» As boas contas fazem os bons amigos.
» Amigos velhos, contas novas.
» Amigos, amigos, contratos à parte.
» Bom amigo: bom conselho.
» Conselho de amigo: aviso do céu.
» Quem me avisa meu amigo é.
» Quem do amigo despreza o aviso, é ingrato e falta de siso.
» Arrenego do meu amigo que me encobre o perigo.
» Ao amigo não encubras o teu segredo, para que não venhas a perdê-lo.
» Defeitos do meu amigo lamento-os, mas não os maldigo.
» Quem não te ama, na praça te difama.
» Nunca queiras do teu amigo mais do que ele quer contigo.
» Do amigo não esperes aquilo que tu puderes.
» Amigo não empata amigo.
» Amigos e caminhos, se não se frequentam, ganham espinhos.
» Aonde te querem muito, não vás muito a miúdo.

 

 
Pub  

 

 

Pub

     

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2014  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster