[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub  
   
»» Literatura Popular e Tradicional >> Os números nas orações do povo Pub
Pub Os números nas orações do povo  
 

"Os números mais vulgares nas orações são 3 e 7 ou então o número genérico de 100 e 1000:

          - Santa Cecília tinha três filhas
          - Que lhe desse nobe boltas (múltiplo de três)
          - Com três pregos encrabados
          - Às três missas do Natal
          - Quem esta oração dicher três bezes ao dia
          - Sete anjos nela encontrei
          - Sete anjinhos a rezar
          - Sete candeias a alumiar
          - Cem bezes me persignei
          - Cem bezes o chão beijei
          - Onze mil candeias da S. S. Trindade
          - Como de areias tem o mar

Estes números, relacionando-se com dogmas e preceitos da Igreja, escondem outra doutrinação. O dogma da S. S. Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo; as virtudes teologais: fé, esperança, caridade; os inimigos da alma: mundo, demónio e carne; os pecados capitais (7): soberba, avareza, luxúria, ira, gula, inveja, preguiça e as virtudes que lhe são opostas: humildade, liberalidade, castidade, paciência, temperança, caridade, diligência; as obras de misericórdia que são catorze, mas sete corporais e sete espirituais; os sete sacramentos da Santa Madre Igreja.

Pelos números 100, 1000 e pelas expressões «tantos são» e «mais do que areias tem o mar» chegamos à corte celestial e à multidão incontável dos anjos, das almas bem aventuradas, daqueles de quem é o reino dos céus." 
 

José Augusto da Silva Vieira, in Literatura Popular em Terras de Vila Real - Cadernos Culturais - 2ª Série - nº 3 - 1987 - Câmara Municipal de Vila Real

Pub

     

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2014  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster