[ INÍCIO ]   [ Sobre o Portal ]  [ FAQs ]  [ Registar site ou blog ]  [ Enviar informações ]  [ Loja ]   [ Contactos ]

 
"Temos obrigação de salvar tudo aquilo que ainda é susceptível de ser salvo, para que os nossos netos, embora vivendo num Portugal diferente do nosso, se conservem tão Portugueses como nós e capazes de manter as suas raízes culturais mergulhadas na herança social que o passado nos legou."  (Jorge Dias)
 
 
 
Arquitectura e construções
Artesanato
Cancioneiros Populares
Danças Populares
Festas e Romarias
Grupos de Folclore
Gastronomia e Vinhos
Instrumentos musicais
Jogos Populares
Lendas
Literatura Popular
Medicina Popular
Museus Etnográficos
Música Popular
Provérbios
Religiosidade Popular
Romanceiros
Sabedoria Popular
Superstições e crendices
Trajos
Usos e Costumes
 
Agenda de iniciativas
Bibliografia temática
Ciclos
Feiras
Festivais de Folclore
Glossário
Informações Técnicas
Loja
Permutas
Pessoas
Textos e Opiniões
Turismo
 
SUGESTÕES
Calendário agrícola
Confrarias
Datas comemorativas
Feriados Municipais
História do Calendário
Meses do ano
Províncias de Portugal
 
 

Pub  
   
»» Cancioneiros Populares >> Açores Pub

Pub

   

 

Bela Aurora
[instrumental]
 
Bela Aurora, lá no mato,
Não tem medo, dorme só
Ai, Bela Aurora, lá no mato,
Não tem medo, dorme só
 
Ai, a Bela Aurora no mato  [bis]
Ai, no mato, e dizem que não tem medo  [bis]
Ai, faz a acama e dorme só  [bis]
Ai, dorme só debaixo do arvoredo  [bis]
 
Bela Aurora, lá no mato,
Não tem medo, dorme só
Ai, Bela Aurora, lá no mato,
Não tem medo, dorme só
 
A Bela Aurora quando nasce  [bis]
Ai, quando nasce diz ao sol que está contente  [bis]
E passa o dia a trabalhar  [bis]
E à noite diz um adeus de repente  [bis]
 
Bela Aurora, lá no mato,
Não tem medo, dorme só
Ai, Bela Aurora, lá no mato,
Não tem medo, dorme só
 
Ai, Bela Aurora, se te atreves  [bis]
Ai, se te atreves a prender quem anda ausente  [bis]
Ai, toma lá o meu cabelo  [bis]
O meu cabelo faze dele uma corrente  [bis]
 
Bela Aurora, lá no mato,
Não tem medo, dorme só
Ai, Bela Aurora, lá no mato,
Não tem medo, dorme só
Letra e música: Popular (Açores)
Arranjo: João Paulo Esteves da Silva
Intérprete: Carlos Alberto Moniz* (in CD "Clássicos Açorianos", Buda Musique, 2000)
Outras versões: Belaurora (in LP "E do Velho se Faz Novo", Polygram, 1987; CD "Quinze Anos de Cantigas", Açor/Emiliano Toste, 2000); Belaurora (in CD "Cantorias", Açor/Emiliano Toste, 1999); Belaurora (in CD "Da Maior e da Mais Alta", Açor/Emiliano Toste, 2010)

   

 

Pub

     

        

Se não encontrou nesta página o que procurava, pesquise em todo o Portal do Folclore Português
 



Acompanhe, em primeira mão as actualizações do Portal do Folclore Português:

FOLCLORE DE PORTUGAL - O Portal do Folclore e da Cultura Popular Portuguesa não se responsabiliza pelo conteúdo dos sítios registados
© Copyrigth 2000/2014  - Todos os direitos de cópia reservados - Webmaster